Sunday, July 17, 2016

http://cuckoldmarriage.info/2010/11/interracial-cuckolding/

Friday, January 9, 2009

Final de semana na praia...

Era um janeiro e eu e minha esposa estavamos de férias em uma praia no litoral norte de São Paulo. Minha linda Paty tem 35 anos, cabelos castanhos claros, 1,62, um rosto de boneca, olhos verdes. Peitinhos pequenos mas uma bunda fenomenal. Toda clarinha, o corpo dela é um perfeito violão. Apesar da idade ela manteve uma forma invejavel de fazer muita menininha mais nova morrer de inveja.

Os preparativos para as férias tinham sido feitos com carinho e detalhe: saimos para comprar alguns biquinis novos para ela juntamente com roupinhas bem de verao. Blusinhas sem manga, sainhas curtinhas e vestidinhos mais curtos ainda. 

Chegamos em uma quinta-feira e nos acomodamos no nosso apartamente que fica a poucos metros da praia. É uma praia movimentada, local de paquera com muita gente bonita. Tiramos as coisas do carro e começamos a arrumar as  coisas. Ela estava só com uma sainha curta e um topzinho brancos que foi me deixando com tesao. Aproveitei quando ela se abaixou para colocar algo na geladeira e dei uma encoxada gostosa. Ela fingiu que nao era com ela e eu coloquei minhas maos por baixo de sua blusinha, apertando aqueles peitinhos gostosos que ja estavam com os biquinhos durinhos. Coloquei uma das maos por dentro de suas coxas e fui subindo até chegar na bocetinha doce da Paty que ja estava melando a calcinha de algodao.  Puxei a calcinha para o lado e comecei a acariciar seu grelinho gostosamente com meus dedos. Com minha outra mao abaixei minha bermuda e minha cueca e encaixei a cabeça de meu pau duro na porta daquela bocetinha deliciosa. Comecei a entrar e sair gostosamente, mexendo em seu grelinho, fazendo ela gemer gostoso. Ao olhar para a janela da cozinha percebo que tem alguem nos espiando discretamente do apartamento ao lado. Fiz que não percebi e levantei ainda mais a saia da Paty deixando aquela bunda linda exposta  e comecei a meter com mais força, dando uns tapas naquela bunda que rebolava deliciosamente em meu pau.

Se gostaram do começo, deixem comentários que eu quero continuar...